Fantcha : A Memória de Cesária Évora Celebrada no LAV – Lisboa ao Vivo

Reclamando a herança de Cesária Évora, a cantora cabo-verdiana Fantcha editou um novo álbum, “Nôs Caminhada”, inteiramente dedicado a parte do espólio de mornas e coladeras que nos foi deixado pela Diva dos Pés Descalços. E é esse disco que Fantcha vai apresentar ao vivo, dia 24 de Fevereiro no LAV – Lisboa ao Vivo, com três convidados muito especais: Bau, Teófilo Chantre e Tito Paris. O comunicado:

“Nôs Caminhada”, é um disco de homenagem a Cesária Évora, o single com o mesmo nome, tem letra da Fantcha e refere-se diretamente à Cesária. Os arranjos são do Bau, e toda produção musical é herdeira dos grandes mestres de Cabo Verde.

Uma das divas da música Cabo-Verdiana, vem a Lisboa num espectáculo que ninguém pode perder!

Fantcha nasceu em Mindelo, Cabo Verde, e cresceu a cantar no seio de uma família musicalmente rica. Tendo sido apresentada a Cesária Évora, tornou-se amiga da “diva”. Começou então a ser visita frequente de Cesária, e cantou com ela no Mindelo e por todo Cabo Verde.

Nos começos de 1988, ano em que Cesária estava a gravar um álbum que mudou o seu destino, Fantcha gravou em Lisboa, Boa Viagem, o seu primeiro álbum. Nesse mesmo ano, a convite da comunidade cabo-verdiana de Massachusetts, Fantcha atuou numa série de concertos na companhia de Cesária Évora, nos Estados Unidos. Decidiu então ficar nesse país, e vive presentemente em Nova Iorque.

A música de Fantcha continuou a evoluir através de vários álbuns, entre os quais Criolinha e Viva Mindelo. A cantora fez digressões por Cabo Verde, pela Europa e pelos Estados Unidos.

Artista carismática, Fantcha desenvolveu o seu próprio e singular estilo musical, com inflexões africanas, cubanas e portuguesas. A sua voz rica e sensual é memorável quando canta as mornas plenas de alma, que evocam a dor da saudade e da perda. São igualmente cativantes as suas interpretações das coladeras, esses temas que compelem inúmeras vezes as suas audiências a levantar-se e a dançar. O seu quarto álbum, Amor, Mar e Música, saiu em março de 2010.

Em 2017, em homenagem à sua mentora Cesária Évora, Fantcha lançou o álbum Nôs Caminhada, que inclui várias canções tradicionais (mornas e coladeras) que foram interpretadas por Cesária.