Solo Fest : A Estreia em Lisboa com Mário Laginha, Tatanka, Aline Frazão e Celeste Mariposa

O Solo Fest é um mini-festival imaginado por Alcides Nascimento que pretende “mostrar os artistas na sua forma mais despojada, sem artifícios” e que na sua primeira edição reúne, em dois espaços de Lisboa, Mário Laginha (27 de Fevereiro, B’leza), Tatanka (28 de Fevereiro, B’leza), Aline Frazão (1 de Março, B’Leza) e Celeste Mariposa (2 de Março, Casa Independente; na foto). O texto de apresentação:

Como surge um tema musical, um monólogo ou um movimento de dança?

Partindo das suas emoções, vivências e olhares, o artista adiciona movimento, som ou palavra à sua arte, através da qual expõe a visão do seu universo a outros olhares. Este momento de criação ocorre na solidão – o artista a sós consigo próprio ou com o seu instrumento.

Como o solo onde germinam e crescem plantas, o tempo a solo do artista é um tempo fundamental para a expressão da emoção de um poema, composição musical, movimento ou drama. É este momento mágico de intimidade do artista que queremos desvendar, permitindo ao público sentir a sua emoção.

Para partilhar estes momentos de criação convidámos artistas de várias expressões musicais para as quatro noites da primeira edição do Solo Fest: Mário Laginha, Tatanka, Aline Frazão, e Celeste Mariposa.

Esta primeira edição do Festival será dedicada à música. Nas próximas edições serão incluídas outras disciplinas artísticas.