Janita Salomé : O Ritmo e As Palavras Dançam na Valsa dos Poetas

Quatro anos depois de “Em Nome da Rosa”, o cantor e compositor alentejano Janita Salomé regressa aos discos com “Valsa dos Poetas”, que vai ser editado a 13 de Abril com selo da Ponto Zurca. O álbum tem arranjos do pianista Filipe Raposo e do guitarrista Mário Delgado. Mais pormenores:

Herdeiro de uma forte tradição musical familiar, Janita Salomé, compositor, cantautor e experimentalista versátil e multifacetado, continua o seu trabalho de investigação e divulgação da música popular portuguesa, lançando no próximo mês de Abril um novo álbum de originais, “Valsa dos Poetas”.

O seu trajecto, a solo ou em colaboração com outros músicos, como José Afonso, o seu irmão Vitorino ou o grupo de Cantadores do Redondo, conta já com uma vasta discografia e uma carreira multigalardoada com mais de quatro décadas.

Com catorze álbuns editados, este novo trabalho de Janita Salomé nasce da vontade de prestar homenagem aos muitos poetas e escritores que deram palavra (e alma) às suas composições.

“Valsa dos Poetas” apresenta ao longo dos seus doze temas (nove originais e três reedições com novos arranjos) uma visão do mundo próprio construído de múltiplos matizes e surge com as palavras que se juntam amorosamente às músicas e aos ritmos, à vez, dolentes ou vertiginosos, que o compositor criou inspirado nas cadências que cada poeta emprestou à sua escrita.

O álbum, com lançamento previsto para 13 de Abril, tem o selo da Ponto Zurca e arranjos a cargo dos músicos Filipe Raposo e Mário Delgado. Contará ainda com a participação de convidadas especiais a anunciar brevemente.