Lisbon Poetry Orchestra : Celebram em Discos e em Livro os Poetas Portugueses de Agora

Em 1975, já Portugal tinha ganho a sua liberdade mas em Espanha ainda o regime franquista respirava (embora por pouco tempo), o grupo musical madrileno Aguaviva editava um álbum histórico, “Poetas Andaluces de Ahora”. Cerca de 45 anos depois é a vez de um bando de músicos, actores, poetas e cantores lisboetas, reunidos sob a designação Lisbon Poetry Orchestra, lançarem “Poetas Portugueses de Agora”, um livro e dois CDs que vão ser conhecidos dia 21 de Março, através da editora Abysmo. O comunicado:

A matéria prima é a poesia.

A Lisbon Poetry Orchestra é um coletivo multidisciplinar formado por um núcleo de quatro músicos a que se juntaram quatro vozes e que convidam outros artistas para celebrar e interpretar a poesia numa viagem verdadeiramente única à descoberta e reinvenção da palavra dita.

Lisbon Poetry Orchestra (formação):

Vozes- André Gago (ator), Miguel Borges (ator), Nuno Miguel Guedes (jornalista, letrista), Paula Cortes (poeta)
Músicos- Alex Cortez e Filipe Valentim (Radio Macau), Luís Bastos (Kumpania Algazarra), Tiago Inuit (Fausto)

No dia 21 de Março de 2018, assinalando o dia mundial da poesia, a editora Abysmo (abysmo.pt) edita o trabalho mais ambicioso deste grupo — Poetas Portugueses de Agora.

Este será constituído por diversos suportes: um livro, em formato sketch book, com poemas de uma nova geração de autores e ilustrações de Daniel Moreira e dois Cd’s, um com 15 poemas declamados e outro, “Música Para Sessões Privadas de Poesia”, com 15 temas para o leitor poder declamar sobre o fundo musical.

Poetas Portugueses de Agora

Este trabalho partiu de um processo criativo em que os poetas e escritores escolhidos pelo grupo: Cláudia R. Sampaio, Daniel Jonas, Filipa Leal, Paulo José Miranda e Valério Romão, foram convidados a escrever sobre peças musicais compostas pela Lisbon Poetry Orchestra.

O resultado aí está, 15 poemas musicados permitem ao ouvinte/leitor uma visão muito particular do universo poético destes autores. Em complemento há o desafio da interação com o público, através do CD instrumental Música para Sessões Privadas de Poesia, onde este é convidado a interpretar os poemas ou a escrever novos poemas para estas músicas, ou ainda intervir graficamente no livro com desenhos, colagens ou poemas, enviar o resultado destas experiências para o grupo e poder eventualmente fazer parte da comunidade de colaboradores no projeto.