Rão Kyao : Aventuras da Alma

Rão Kyao_capa

 

 

Rão Kyao

Aventuras da Alma

Ampla Portugal

 

Preparem-se senhoras e senhores para se deliciarem com um lauto manjar sonoro servido pelo conceituado e premiado chef Rão Kyao. A toalha branca de linho e os guardanapos estão na mesa, esta já está posta e os ingredientes a consumir, para deleite de todos, são frescos e do mais alto gabarito e qualidade (ecológicos e naturais como convém).

Têm origem nas mais variadas proveniências e latitudes tais como a Roménia, Índia, Grécia, Zambeze, o portuguesíssimo Algarve, etc. Verdadeira orgia de flautas ao desafio com a viola braguesa e a guitarra clássica sob um manto de teclas, acordeão, bateria e percussões, a que se adicionou a voz de Rute Maria em “Sete Sóis”, o novo projecto musical de Rão Kyao, sob melodias de ragas indianas, aborda ninfas, divindades, fadas, festas pagãs, figuras míticas, gigantes, espíritos, a sempre eterna e insondável Atlântida, danças rituais e sons de outras latitudes a par de espíritos de outros mundos desconhecidos.

E no final toda esta floresta de insondáveis sons, influncias e profecias resulta num disco soberbo, coeso, por vezes profético, transformando estas “Aventuras da Alma” num projecto sonoramente magnético, uma autêntica celebração espiritual e acima de tudo numa viagem intemporal e onírica onde os sentimentos são exteriorizados por sonoridades brilhantes, onde os sons da natureza são reis e senhores e contextualizam o trabalho como uma dimensão musical absorvente e até, por vezes, verdadeiramente telúrica!

Mais uma vez, a sua flauta de bambu ganhou alma e transformou-se numa orgásmica fantasia sonora e rítmica só ao alcance de génios e predestinados, mas afinal de contas é isso mesmo que Rão Kyao é: um mestre das flautas de bambu, um músico predestinado e acima de tudo um genial e místico compositor e uma das figuras de maior destaque na área vulgarmente designada por “músicas do Mundo”… Um projecto de que recomendo sem reservas a audição, sob pena de se passar ao lado de um dos melhores discos editados em Portugal nos últimos anos e que quanto a mim merece, também sem, reservas o estatuto de… obra-prima.

João Afonso

(Uma partilha O Fado & Outras Músicas do Mundo/Escolhas de João Afonso/Tradisom)