Lauren MacColl : The Seer

lauren maccoll_capa

 

 

Lauren MacColl

The Seer

Fèis Rois

 

No séc. XVII viveu nas terras altas da Escócia uma pessoa que disse umas coisas. Viveu e morreu. Passaram alguns séculos e voltamos a falar dela. Mas isso agradeceremos a Lauren MacColl e ao Fèis Rois. O último, uma organização cultural escocesa, convidou a violinista a escrever um álbum sobre “Brahan Seer” que com um olho mágico de pedra conseguia prever o futuro. Presumindo que entre as suas 200 predições não estivesse nenhuma de cantarem sobre a sua vida uns séculos depois, renasce na memória e no orgulho dos escoceses, mas perpetua-se musicalmente pelas mãos dos músicos e compositora.

Lauren MacColl já nos habitou a trabalho lindíssimos, mas “The Seer” é acima de tudo belo e profundo, quer na estética musical quer no significado do álbum. Convidou amigos, são seis ao todo e com vários instrumentos, mas o resultado final é tão coeso que nos transmite a sensação orgânica de plenitude. Há momentos fantásticos quer pela técnica de execução das melodias, quer pela simplicidade das harmonias. E há sentimentos diversos que nos remetem para uma Escócia do séc. XVII, espalhada por 10 temas com excelente música.

Para terminar e de forma algo invulgar, uma excelente nota para Barry Reid e para Ian Hutchison. Não constam na lista de músicos, é verdade, e pertencem a uma classe que normalmente se mantém incógnita, mas neste caso merecem destaque. Se “The Seer” soa muitíssimo bem, pois podemos agradecer a quem gravou, misturou e masterizou o trabalho. E que grande trabalho fizeram!

Carlos Norton