António Zambujo : Nomeado Para um Grammy Latino (e os Língua Franca Também)

Até agora, há dois portugueses nas listas de premiados com um Grammy (o Grammy “global”, não o Latino): um deles foi atribuído na última edição e directamente ao músico e produtor André Allen Anjos (alias RAC), que venceu o prémio de Melhor Gravação Remisturada. O outro, por via indirecta, foi “recebido” por Júlio Pereira, que participou em vários temas do álbum “Santiago”, dos irlandeses The Chieftains, que ganharam o Grammy na categoria Best World Music em 1997 (e, por falar em Júlio Pereira, fique atento à nossa – muito – próxima capa). E, depois de Carlos do Carmo receber o Grammy Latino de Carreira em 2014, também na próxima edição dos Grammys Latinos há outros três portugueses (se bem que dois deles também de forma mais ou menos indirecta): por um lado, o fadista António Zambujo, que compete na categoria de Melhor Álbum de… Música Popular Brasileira, o que se compreende perfeitamente devido ao reportório por ele cantado em “Até Pensei Que Fosse Minha”, todo ele saído da pena de Chico Buarque. E, em mais uma conexão Portugal-Brasil, também o projecto Língua Franca – constituído pelos rappers portugueses Capicua e Valete e brasileiros Emicida e Rael – estão nomeados na categoria Melhor Canção Urbana com “A Chapa É Quente!”, que é protagonizada pelos dois MCs da Terra de Vera Cruz. A notícia da Lusa:

O álbum “Até pensei que fosse minha”, de António Zambujo, e um tema do projeto luso-brasileiro Língua Franca são candidatos aos prémios Grammy Latino, segundo a lista de nomeados revelada hoje pela organização. “Até pensei que fosse minha”, o disco em que António Zambujo recria canções de Chico Buarque, está nomeado para o Grammy Latino de “Melhor álbum de música popular brasileira”. O álbum apresenta 16 canções de vários períodos da carreira de Chico Buarque, de “Morena dos olhos d’água” a “João e Maria” e “Valsinha”, numa escolha sentimental, como contou António Zambujo à Lusa quando o disco saiu no outono de 2016.

Para os Grammy Latino está também nomeada – na categoria “Melhor canção urbana” – a música “A chapa é quente!”, escrita por Emicida e Rael no projeto de hip-hop luso-brasileiro Língua Franca, do qual fazem ainda parte os portugueses Capicua e Valete. O coletivo editou um álbum, homónimo, em maio passado com produção do português Fred Ferreira e dos brasileiros Kassin e Nave. “A língua, a música (o rap especificamente), e esse posicionamento, essa militância, essa missão, acabam por fazer com que sejamos quatro rappers que temos muito em comum e isso nota-se no disco e na forma como a mistura dos quatro resultou numa coisa tão especial”, afirmou a ‘rapper’ Capicua à Lusa em maio.

De acordo com a lista de nomeados, a edição deste ano dos Grammy Latino é liderada pelo artista porto-riquenho Residente, com nove nomeações. Considerados os prémios mais importantes da música latina, os Grammy Latinos serão entregues a 16 de novembro em Las Vegas, Estados Unidos. Em 2014, a organização atribuiu um Grammy Latino de Carreira ao fadista Carlos do Carmo.